Tríades Abertas: Aumente Seu Vocabulário de Acordes

Tríades Abertas: Aumente Seu Vocabulário de Acordes

A primeira lição que postei aqui no blog foi sobre tríades. É um material denso, da teoria à aplicação em músicas famosas. Por isso, tive que deixar as tríades abertas de fora naquele momento. Mas agora chegou a hora de falar sobre elas. Vamos lá?

O Que São Tríades Abertas?

São tríades que apresentam configurações específicas na organização das notas. Uma maneira bem comum de se explicar a diferença entre as tríades abertas e as fechadas (convencionais), é desenhando um pequeno círculo com os intervalos:

Tríades AbertasCirculo

Quando as tríades são montadas organizando as notas em sentido horário, temos as tríades fechadas:

Tríades AbertasFechadasCirculo

Quando as tríades são montadas organizando as notas em sentido anti-horário, temos as tríades abertas:

Tríades AbertasAbertasCirculo

Sendo assim, as tríades abertas se caracterizam por terem as seguintes configurações:

  • T 5 3;
  • 5 3 T;
  • 3 T 5.

Na Prática: As Tríades Abertas no Braço da Guitarra

Agora que vocês já foram devidamente apresentados, veja como elas ficam no braço da guitarra.

Os shapes mostrados abaixo são de acordes maiores e menores. Caso você queira fazer algum deles com quinta diminuta ou aumentada, basta mover a quinta meio tom abaixo ou meio tom acima em cada um dos desenhos.

Dica: Dê mais atenção aos desenhos que possuem o selo de “Mais Utilizado!” e foque na disposição das notas/shapes. As cifras que estão acima de cada desenho apenas fazem parte do exemplo e variam conforme a casa na qual você estiver tocando.

T 5 3 (Tônica –> Quinta –> Terça)

triades abertas T 5 3 maior

triades abertas T 5 3 menor


5 3 T (Quinta –> Tônica –> Terça)

triades abertas 5 3 T maior2

triades abertas 5 3 T menor


3 T 5 (Terça –> Tônica –> Quinta)

triades abertas 3 T 5 maior

triades abertas 3 T 5 menor


Para Exercitar: Tríades Abertas do Campo Harmônico Maior

Este é um exercício simples e bem agradável de se ouvir.

Vamos fazer, em sequência, as tríades abertas (configuração T 5 3) do campo harmônico de Dó Maior, que são:

Acordes Do Maior

Aqui temos um detalhe. É muito comum substituir a quinta diminuta pela sexta menor no sétimo grau do campo harmônico ao executar as tríades abertas. Isso faz com que soe de forma mais suave, por eliminar o trítono entre a tônica e a quinta diminuta.

Em outras palavras, essa substituição resulta na inversão (baixo na terça) do 5º acorde do campo. Fica assim:

triades abertas T 5 3 diminuta sexta menor

a) Tríades em sequência, de forma harmônica:

triades abertas ch harmonico

b) Tríades em sequência, de forma melódica:

triades abertas ch melodico

c) Sobe e desce de tríades abertas:

triades abertas ch melodico sobe e desce


Concluindo

As tríades abertas são excelentes para fazer acompanhamentos mais enxutos, sem tanta informação, além de ter um som bem claro, “direto ao ponto”.

Podem ser usadas também para solos, arranjos tipo fingerstyle e chord melody.

A partir de agora, ligue o radar para ver se você consegue identificá-las por aí.

Dica: Uma das principais referências no assunto é Eric Johnson (quem não se lembra da introdução de Cliffs Of Dover?). Então, ouça os clássicos e veja se consegue detectar algumas dessas tríades! Se conseguir, poste aqui embaixo nos comentários.

É guitarrista, professor de guitarra e administrador de empresas por formação. Curte postar vídeos no Instagram, ouvir blues, assistir filmes nas horas vagas e também está no Facebook . Faz parte do time do Music Clan e da Revista Guitarload.