Qual o melhor tipo de palheta para você?

Qual o melhor tipo de palheta para você?

Qual o melhor tipo de palheta para você? Esse é uma questão que muitas pessoas simplesmente não fazem quando estão começando a tocar guitarra. Mas, com certeza a escolha da palheta é muito importante.

Por quê? Bom, a palheta influencia diretamente no som que você vai conseguir tirar da guitarra. Por isso, você tem que ficar ligado em algumas características suas para escolher bem.

  • Espessura
  • Tamanho
  • Material
  • Formato da ponta

Espessura

Esse talvez seja a característica mais importante para saber qual o melhor tipo de palheta para você. As espessuras das palhetas são medidas em milímetros (mm).  Normalmente, elas variam entre 0.38mm até 3.0mm.

As mais finas NÃO são boas para solo. Portanto, se você é apaixonado por guitarra solo a melhor escolha seria uma palheta mais grossa. Por outro lado, se você gosta de tocar batidas rítmicas as palhetas finas são uma boa escolha para você.

Seguindo a mesma teoria, as palhetas mais grossas são o oposto. Se você só quer saber de solar, pode escolher esse tipo sem medo de ser feliz. Se você é iniciante e está na fase de aprender a tocar tudo, escolha uma palheta média, que vai ter permitir tocar tanto solo quanto batidas rítmicas.

Ainda sobre a espessura das palhetas, vale lembrar que quanto mais fina ela for, mais ela vai se dobrar. Isso vai influenciar no seu som. Você vai perceber que, ao usar uma palheta fina, o som dela em contato com as cordas vai aparecer.

Já as palhetas grossas dão mais precisão no ataque das cordas, o que permite ao guitarrista controlar melhor o volume.

Tamanho

O tamanho da palheta também é importante. Se você está começando, escolher uma palheta maior (tamanho padrão) é a melhor opção. Ela vai te permitir segurar com mais firmeza e, ao mesmo tempo, vai evitar um contato indesejável do dedo com as cordas.

Se você não está dando os primeiros passos, mas toca estilos que o contato das cordas com os dedos é indesejável, também escolha a palheta de tamanho padrão. Além disso, esse tipo de palheta ajuda guitarrista que também usam técnicas como tapping e palhetada alternada.

Se você ama tocar jazz, a indicação é que procure palhetas menores. Apesar de ser mais difícil de segurar, e de fazer o ataque às cordas, ela vai te propiciar um som pouco mais baixo por causa, justamente, do contato dos dedos com as cordas.

Material

  • Plástico – Hoje em dia, a grande maioria das palhetas é feita de plástico. Isso por causa do custo e também do som, que pode ser classificado como mais natural.
  • Metal – Ainda é possível achar palhetas de metal, mas não é comum achar em qualquer loja. Além do custo mais alto, esse tipo de palheta produz um som muito mais estridente e agudo do que as palhetas de plástico.
  • Pedra – Essas são BEM raras. Isso porque o som delas consegue ser ainda mais estridentes do que as palhetas de metal.
  • Madeira – Essas palhetas são sempre uma surpresa, pois a depender da forma com que são feitas produzem sons diferentes. A maior parte desse tipo de palheta produz um som mais abafado.
  • Vidro – Da mesma forma que as palhetas de madeira, as de vidro também têm um som único. Tudo depende da forma com que elas são produzidas.

Portanto, se você está começando a tocar guitarra, vá nas palhetas de plástico. Mas, se você já toca e sabe muito bem o que quer, vale a pena se aventurar em palhetas de outros materiais.

Está gostando das dicas?

Deixe seu e-mail abaixo para te enviarmos as próximas!

Formato da ponta

Muita gente não percebe, mas algumas palhetas têm o formato da ponta diferente. Umas são mais redondas do que as outras. Sua escolha, mais uma vez, deve ser baseada no tipo de guitarra que você gosta de tocar.

  • Ponta arredondada: Se você curte tocar batidas rítmicas, esse tipo de palheta é mais aconselhada.
  • Palhetas pontudas: Esse tipo de palheta facilita o ataque às cordas individualmente. Por isso, se você gosta de solar, pode escolher palhetas pontudas sem medo de errar.

Dica

Para descobrir qual o melhor tipo de palheta para você, a forma mais adequada é TESTAR. Se você está começando a tocar, é claro que não tem experiência. Então compre uma palheta e use por um tempo. Depois escolha uma diferente. Faça isso até decidir qual a que melhor serve para você.

Jornalista apaixonado por música, acredita que a arte tem o poder de transformar a sociedade de forma positiva. Faz parte da equipe do Music Clan e da revista Guitarload.