Prevenção de lesões ao tocar guitarra

Prevenção de lesões ao tocar guitarra

Prevenção de lesões ao tocar guitarra. Esse é um tema de extrema importância para todos os instrumentistas das seis cordas, mas, na verdade, muitos só se preocupam com isso quando já estão lesionados. E aí é tarde demais, é preciso correr atrás do prejuízo.

Quando o assunto são lesões, a forma mais eficiente de tratar é prevenindo. Melhor do que qualquer tratamento médico ou fisioterapêutico é tomar cuidado para evitar se machucar. Neste artigo, você vai saber um pouco mais sobre essas doenças causadas pelo esforço repetitivo e vai descobrir exercícios que ajudam na prevenção de lesões ao tocar guitarra.

LER / DORT

Lesões de Esforço Repetitivo, mais conhecido como LER, são as mais comuns em músicos profissionais ou não. Há alguns anos, esse tipo de lesão passou a ter outra denominação, que está ligada ao ambiente de trabalho: DORT (Doenças Osteoarticulares Relacionadas ao Trabalho).

Mas mais importante do que o nome dado é entender o que são e o que causam essas condições, para assim poder trabalhar na prevenção de lesões ao tocar guitarra. Veja algumas doenças famosas que fazem parte dessa categoria:

  • Tenossinovite Ocupacional
  • Tenossinovite Estenosante
  • Dedo em Gatilho
  • Síndrome do Túnel do Carpo
  • Fibromialgia do Pescoço
  • Síndrome do Pronador Redondo
  • Síndrome do Supinador
  • Cisto Sinovial

Essas são apenas algumas das doenças causadas pelo esforço esforço repetitivo. Mas como identificá-las?

Identificando as lesões

Em primeiro lugar, é claro que para diagnosticar com precisão qualquer tipo de doença, inclusive essas das quais estamos falando, é preciso procurar um médico. Mas, muito antes disso acontecer, você já vai notar sinais. (Veja quanto tempo você deve estudar por dia para evoluir sem se lesionar)

Seu corpo é uma máquina quase perfeita, que sente quando está sendo sobrecarregada em algum ponto ou área específica. Por isso, ele vai te avisar antes da lesão aparecer. Fique atento à fadigas musculares e pequenas dores que podem não parecer nada de anormal.

Além disso, preste muita atenção à quantidade de força que você está fazendo ao tocar guitarra. Se você está ficando muito tenso (braço, dedos ou qualquer outra parte do corpo), provavelmente está praticando da forma errada.

Outro ponto para prestar atenção é a postura. Tocar guitarra com uma postura inadequada te leva a ficar lesionado. O pior é que você pode não perceber se não prestar atenção. Por isso, tocar na frente do espelho é uma boa prática e ajuda na percepção deste problema.

Prevenção de lesões ao tocar guitarra

Aqui vai uma pequena lista de como você pode se prevenir e evitar que seu corpo se lesione. Assim, você nunca vai precisar parar de tocar sua guitarra para se tratar:

  • Alongamento: Alongar é extremamente necessário para evitar lesões. Muitos guitarristas menosprezam a eficácia desses exercícios e isso pode acabar em LER. Alongue antes e depois da prática da guitarra. E se sentir algum desconforto, pode fazer o mesmo durante o estudo. (Assista abaixo, um vídeo do guitarrista Maurício Alabama com algumas dicas de alongamento para guitarristas)
  • Nunca passe dos limites: Lembre que seu corpo tem limites. Tocar durante muitas horas seguidas em ensaios ou gravações nunca é uma boa opção. Mas, como cada pessoa é diferente, descubra até onde você pode ir e não passe deste ponto.
  • Faça exercícios físicos: Isso vai te ajudar a aumentar sua resistência como um todo. Assim, você vai poder ficar mais tempo tocando sem se lesionar.
  • Corrija sua postura: Essa tarefa não é fácil. Muito provavelmente você tem problemas posturais desde a época de escola. Então, sempre estude olhando o espelho e encaixe a coluna lombar no encosto da cadeira. Se você não conseguir ter resultados, procure um fisioterapeuta que trabalhe com RPG (Reeducação Postural Global). Isso vai te ajudar muito!

Alongamentos para evitar lesões

Conclusão

Prevenção de lesões ao tocar guitarra é um assunto sério. Não deixe para pensar nisso somente na hora da dor, se antecipe ao problema. Espero que este post tenha te ajudado a se conscientizar sobre a necessidade dessa precaução! Bons estudos!

Jornalista apaixonado por música, acredita que a arte tem o poder de transformar a sociedade de forma positiva. Faz parte da equipe do Music Clan e da revista Guitarload.