12 opções de carreira para quem quer viver de música

12 opções de carreira para quem quer viver de música

A maioria dos guitarristas iniciaram na música com um desejo em comum: Viver de música. Mas infelizmente, muitos desistiram em algum momento da jornada. Essa é a triste realidade, principalmente no Brasil.

Mas será que todos se empenharam o suficiente? Será que pensaram fora da caixa e analisaram as infinitas possibilidades de se viver de música? Será que insistiram o suficiente? São muitos os “serás”, mas vamos parar por aqui.

O propósito desse post não é fazer ninguém sofrer por ter desistido, e sim motivar os que ainda sonham em viver de música. Como? Mostrando opções que vão além da carreira solo de guitarrista instrumental.

Usei o termo “guitarrista” para exemplificar, pois este é um blog para guitarristas. Mas as dicas apresentadas aqui se estendem a todos os músicos que querem viver de música.

Este não é um daqueles posts que prometem caminhos fáceis para o sucesso. A intenção é apresentar possíveis vertentes muitas vezes não explícitas aos entusiastas da música.

O que é preciso para viver de música?

Antes de falar sobre as vertentes, selecionei quatro características que são essenciais para quem deseja viver de música. Usaremos elas como características indispensáveis para  cada vertente. Mas já adianto: as duas primeiras estão presentes em todas elas.

1 – Domínio Musical

Me responda uma coisa: É possível fazer uma cirurgia cardíaca sabendo apenas esterilizar um bisturi? Claro que não. É preciso estudar muito. Da mesma forma, não é possível viver de música sabendo apenas 3 acordes, certo? Você PRECISA dominar o instrumento.

2 – Um “Q” de Empreendedorismo

Quanto antes você encarar a carreira musical como uma empresa, melhor! Conhecimentos básicos de empreendedorismo te ajudarão com ideias, planejamentos, execução, negociação, persistência, etc.

3 – Ser flexível, eclético

Em muitas vertentes é necessário ser um músico aberto a estilos musicais que não são de sua preferência e ainda ser flexível com situações adversas, como por exemplo, caracterização de personagem, ou ainda, tocar debaixo de um sol de 40 graus.

4 – Ter um público admirador

Ter fãs não faz bem apenas para o ego. As oportunidades são bem maiores! É através deles que seu nome será propagado aos quatro cantos do mundo. E aqui já deixo uma dica: Musicalidade e carisma são peças fundamentais para atrair admiradores.

Opções de carreira na música

São muitas as vertentes para se viver de música, inclusive seria impossível listar todas aqui. Selecionamos as mais comuns para este post, mas convido você a utilizar os comentários abaixo para discutirmos essa e outras ideias. O que acha?

Vamos a elas:

1 – Dê aulas de guitarra

Em uma pesquisa feita pelo Music Clan, identificamos que no Brasil, existem mais de 2 milhões de alunos estudando música. Mas esse mercado é centenas de vezes maior, pois sabemos que quase todo brasileiro gostaria de tocar um instrumento musical.

Conceitos de empreendedorismo vão te ajudar a enxergar novas oportunidades. Por exemplo:

  • Dar aulas de música em uma empresa que se preocupa com o bem estar dos funcionários
  • Desenvolver um projeto com uma loja de instrumentos, para oferecer aulas gratuitas aos clientes
  • Desenvolver e vender um curso online de guitarra

Pense fora da caixa e encontre os meios para oferecer seus serviços como instrutor.

– Toque em uma banda de eventos

Tocar em casamentos, formaturas ou outros tipos de eventos é uma excelente forma de se ganhar dinheiro e viver de música. Existem músicos que tiram toda sua renda apenas tocando em eventos.

É importante citar que nessa “modalidade”, trata-se de um mercado que exige excelência. Segundo Lucas Bitterncourt, guitarrista da banda Overman, o serviço vai muito além de tocar bem e fazer um bom show, mas vale a pena. “Este é um dos mercados mais rentáveis que já trabalhei” comenta, Lucas.

3 – Toque na rua ou em estabelecimentos comerciais

Talvez muitos irão torcer o nariz para essa “modalidade”. Mas existem músicos trabalhando dessa forma. Mais uma vez o empreendedorismo deve entrar em ação. Analise o ponto, os melhores dias, o poder aquisitivo das pessoas e o tipo de música consumida pelos que frequentam ou passeiam pelo local.

A forma de monetização neste caso é muito variada. É possível lucrar com a venda de discos, com um cachê pago pelo estabelecimento, com couvert artístico e até mesmo a boa e velha doação no case da guitarra.

4 – Seja um Youtuber

Dá pra ganhar dinheiro com Youtube? Sim, dá! Dá pra viver disso? Depende.

O ponto aqui, não é ter o Youtube como única fonte de renda. Se você domina muito bem o instrumento, é uma pessoa influente e tem uma legião de fãs, você terá muitas oportunidades pela exposição que a plataforma te oferece. Por exemplo:

  • Faça reviews de produtos
  • Venda seus próprios produtos (camisetas, canecas, ebooks, etc.)

5 – Tenha uma banda autoral (Não seja apenas solo)

Música instrumental é bom demais! Mas infelizmente, ela não tem muito espaço no mercado e na mídia. Se esse for o seu sonho, siga-o com muita garra, mas, se possível, considere ter uma banda para aumentar as chances de viver de música.

Além de mais opções de eventos, também é possível lucrar com a venda de álbuns e monetização em plataformas de streaming.

6 – Divulgue marcas que aprova

Tome cuidado com empresas que simplesmente oferecem o produto para o músico divulga-lo insanamente. Você não vai a padaria e diz que vai pagar um mês de pão antecipado com um pedal, certo? Estude formas de parceria onde valha a pena tanta divulgação.

Nos últimos anos, o modelo de afiliados vem crescendo fortemente. Essa pode ser uma excelente forma de parceria, onde você ganha por venda através de um link.

7 – Produza músicas

Esse é um serviço que exige alto conhecimento musical, claro. Então invista nisso! Aprenda, faça suas primeiras produções e apresente a pessoas que sonham em gravar um álbum. Conquiste clientes.

Dica: Você pode focar para ser o melhor produtor em um estilo musical, ou pode ampliar as oportunidades sendo um produtor eclético.

8 – Trabalhe com estúdios e produtores

Encontre meios para poder gravar álbuns, se empenhe e dê o seu melhor. Com um trabalho bem feito, você sempre será cotado para novos projetos e ainda será indicado pelos profissionais a quem prestou serviço.

9 – Organize eventos

Que músico ou banda nunca sonhou em abrir o evento de um ídolo? Essa não é uma tarefa fácil a não ser que você esteja a frente da organização de um evento. Legal, né? Além de abrir o evento você ainda pode ganhar na bilheteria.

Mas cuidado para não tomar um prejuízo absurdo. Estude muito sobre o assunto, ou contrate uma empresa com experiência.

10 – Participe de concursos

Vira e mexe – não só no Brasil – aparecem concursos que dão prêmios, inclusive em dinheiro. Fique atento à essas oportunidades e esteja preparado. Aqui, uma boa base de fãs ajuda muito, pois geralmente, existem fases onde o voto é popular.

11 – Faça trilha de cinema ou jingles

Essa é uma vertente que remunera muito bem! Se infiltrar em grandes produtoras ou agências de publicidade não é uma tarefa fácil. Mas é claro que você já entendeu que o empreendedorismo é uma chave importante para a carreira de todo músico, certo?

12 – Seja um empresário

Talvez as suas condições não sejam favoráveis as outras vertentes. Porém, tendo experiência e conhecimento, porque não criar uma banda e guiá-la em sua jornada musical?

  • Já pensou na facilidade de exposição que uma banda de meninas de 10 anos teria?
  • Talvez você tenha um sobrinho com aptidão musical e só precisa de um empurrãozinho para deslanchar.
  • E aquela banda de amigos talentosos que tocam por hobbie?

Neste caso é importantíssimo ter visão e conhecer as facetas do ramo. Estudar sobre o assunto vai reduzir as chances de fracasso.

Conclusão

Para viver de música é preciso estar empenhado, ter força de vontade e resiliência. Dominar o instrumento e aprender sobre empreendedorismo é insdispensável. Ser eclético e conquistar admiradores é muito importante mas é consequência dos ítens anteriores.

Analise essas e outras opções, decida e corra atrás do seu sonho!

Se você tiver outras sugestões, comente abaixo. Sua dica poderá ser publicada neste post.

Dica extra

Confira o post Viver de música: Não desista do seu sonho. É sobre a animação Rock Dog: No Faro do Sucesso.